Voltando ao Rabisco

Quando me fizeram o convite para fazer parte da família Winnicott Portugal, fiquei a refletir no qual poderia ser o meu contributo.

Como não sou muito boa com as palavras, pensei: podia ser 1 rabisco? Depois pensei, nós ainda não nascemos! Estamos em fase embrionária! Que fase extraordinária que nos faz ficar expectantes sobre o que vai acontecer e ao mesmo tempo curiosos sobre o mundo que nos rodeia.

Voltando ao Rabisco. Ao refletir sobre o mesmo, podemos iniciá-lo em alternância com a nossa mentora, a Dr.ª Rosário, abrir um espaço para nós em conjunto com ela, dar início à criação de algo de novo que ainda está por acontecer, resultante da interação entre os nossos inconscientes.

Não sabemos bem o que é ou o que nos espera, mas sabemos que não estará sozinha. A partir do dia 1 de julho seremos uma família Winnicotiana diferente em Portugal em interação com os Rabiscos. Todos a iniciar algo novo…

Cristina Cruz

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.